A nossa história
Horácio Augusto Lourenço, plantou as primeiras vinhas na década de 80 e impulsionou as bases deste seu sonho. Jorge Miguel Graça Lourenço marca a segunda geração desenvolvendo a viticultura e criando os vinhos da “VINILOURENÇO” como a conhecemos nos dias de hoje.
É uma história de paixões, luta, capacidade empreendedora e um profundo amor à terra, que se traduz numa pequena empresa familiar com 45 hectares de vinhas.
A VINILOURENÇO tem sede no Douro Superior, na povoação Poço do Canto junto à Cidade de Meda . Foi criada com a missão de transformar e dinamizar a produção das vinhas que começaram a ser plantadas na década de 80 por Horácio Lourenço, após regresso de Angola. A sua paixão vitivinícola levou-o a desenvolver afincadamente o seu património. Aos 45 Hectares existentes , não se aplica o conceito de “Quinta” pelas suas diferentes localizações, Poço do Canto, Vale da Teja e Pocinho. A desvantagem do maior custo de produção é equilibrada pela maior diversidade permitindo-nos tirar o máximo proveito do conjunto das propriedades com altitudes a variar entre os 180m e os 700m. Os solos são de Xisto nas zonas mais baixas e Xisto/Granito nas zonas mais altas. As diferenças de clima , localização, altitude e solo, aliados às mesmas castas plantadas em territórios diferentes, permitem a criação de vinhos distintos evitando a comum padronização. A partir de 2006 Jorge Lourenço cria a VINILOUREÇO com a preciosa ajuda de seu pai Horácio Lourenço.